Mostrando entradas 1 para 8
Displaying posts with tag: .NET (reset)
APIs REST em ASP.NET Core – Guia de Referência

A intenção deste artigo é agrupar os diferentes conteúdos (artigos, vídeos, slides, posts) que venho produzindo sobre a implementação de APIs REST com o ASP.NET Core.

Continuarei mantendo em paralelo listagens similares, nas quais vocês poderão encontrar materiais que vão desde o .NET Core 1.0 e o ASP.NET Core 1.0, além das versões mais recentes da linguagem C# (7.0, 7.1, etc):

Autenticação com JWT (JSON …

[Leia mais]
Dapper + .NET Core 2.0: exemplos utilizando PostgreSQL e MySQL

Este novo artigo sobre Dapper traz exemplos de uso deste micro-ORM com PostgreSQL e MySQL, em conjunto com o package Dapper.Contrib (este último sendo uma extensão do Dapper, que facilita a implementação de operações de CRUD). Além disso, foram incluídas aqui, orientações a respeito de quais providers ADO.NET empregar ao optar estes SGBDs.

Caso tenha interesse em conhecer mais sobre o Dapper, consulte também os seguintes artigos:

[Leia mais]
Dapper: exemplos de utilização em ASP.NET Core e .NET Full

Frameworks ORM surgiram com o objetivo de simplificar a conversão de informações estruturadas em objetos, contribuindo para uma maior produtividade na construção de aplicações que dependam de bancos de dados relacionais. As principais plataformas de desenvolvimento da atualidade contam com soluções deste tipo, existindo inclusive um grande engajamento de comunidades técnicas na implementação de projetos ORM.

No caso da plataforma .NET temos atualmente o Entity Framework e o NHibernate como frameworks ORM mais populares. Embora úteis num grande número de situações, estas alternativas podem apresentar limitações em cenários mais específicos. Consultas envolvendo tabelas com grandes volumes de informações constituem um bom exemplo disto: as …

[Leia mais]
.Net – Apresentando e usando o FireBase

Neste artigo vou mostrar como criar uma aplicação web usando o Firebase em um artigo bem básico (este artigo é uma tradução livre).

O Firebase é uma poderosa API que pode ser usada para armazenar dados (como banco de dados backend) em tempo real, ideal para aplicações web. Ele permite criar aplicativos sem termos que ter o trabalho de gerenciar servidores ou escrever código do lado do servidor.

Combinando os recursos do Firebase com o AngularJS, e usando o recurso do two-way databinding,  podemos criar aplicações web bem interessantes. Dessa forma, usando o Firebase podemos construir aplicativos móveis multiplataforma nativos e aplicações web, usando um SDK Android, iOS ou JavaScript. Podemos, também, conectar o Firebase com nosso backend usando nossas bibliotecas do lado do servidor ou a nossa API REST.

[Leia mais]
.NET – Usando o SQL Server Compact 4.0 com Entity Framework 6

No artigo de hoje vou mostrar como usar o SQL Server Compact Edition 4.0 com o Entity Framework 6 em um projeto Windows Forms, usando a linguagem C#.

O Microsoft SQL Server Compact 4.0 é um banco de dados embutido gratuito que os desenvolvedores de software podem usar para construir sites ASP.NET e aplicativos de Windows desktop (você pode usar e distribuir o seu aplicativo com o SQL Server Compact 4.0 sem custo algum).

Este banco de dados utiliza poucos recursos do sistema e suporta a distribuição de seus binários em pastas de aplicativos. Com ele podemos realizar o desenvolvimento de aplicativos no Visual Studio e no WebMatrix, além de realizar a migração contínua de esquema e dados para o SQL Server.

Veja alguns dos recursos e limitações do SQL Server Compact:

  • É baseado em arquivo, o que significa que a sequência de caracteres de conexão é um caminho de arquivo para o arquivo de …
[Leia mais]
DatabaseCast: Delphi com banco de dados

Olá, pessoal! Neste episódio do DatabaseCast Mauro Pichiliani (Twitter | Blog) e Wagner Crivelini (@wcrivelini) programam visualmente em Delphi com o convidado Guintar Pauli (@GuintherPauli). Neste episódio você vai saber como presentear uma criança de 9 anos, quem foi conhecido como VBK, como a geração “sisteminha” se deparou com novas interfaces gráficas e como anda o Delphi nos dias atuais.

Não deixe de nos incentivar digitando o seu comentário no final deste artigo, mandando um e-mail para  databasecast@gmail.com, seguindo …

[Leia mais]
.NET – Definindo a arquitetura de um projeto de software

Se você trabalha com desenvolvimento de software, por experiência própria, deve saber que a única constante no processo de desenvolvimento é a mudança.

Mas por que isso ocorre? Com o desenvolvimento tecnológico obtidos nos últimos tempos a área da tecnologia da informação foi impactada por dois fatores importantes:

  1. O aumento do tamanho e da complexidade dos sistemas de software;
  2. A redução do tempo e custo de desenvolvimento e manutenção do software.

Assim, os sistemas ficaram mais complexos e maiores e o tempo e o orçamento para desenvolver tais sistemas diminuiu. E o negócio não pode parar…

Um software é um produto que foi criado para atender uma necessidade de negócio, e os requisitos de negócio mudam a todo instante com base nas prioridades do mesmo, logo o software tem que ser alterado para dar suporte a tais mudanças. Dessa forma, um software que não foi …

[Leia mais]
VB .NET – 7 passos para criar uma aplicação em 3 camadas – Parte 01

O foco deste artigo é explicar como criar uma aplicação em três camadas usando o Visual Basic .NET (de novo). O modelo em três camadas, derivado do modelo em ‘n’ camadas, recebe esta denominação quando um sistema cliente-servidor é desenvolvido retirando-se a camada de negócio do lado do cliente. O desenvolvimento é mais demorado no início, se comparado com o modelo em duas camadas, pois é necessário dar suporte a uma maior quantidade de plataformas e ambientes diferentes. Em contrapartida, o retorno vem em forma de respostas mais rápidas nas requisições, excelente performance tanto em sistemas que rodam na Intranet ou Internet e mais controle no crescimento do sistema.

As três partes de um ambiente modelo três camadas são: camada de apresentação, camada de negócio e camada de dados. Deve funcionar de maneira que o software executado em cada camada possa ser substituído sem prejuízo para o sistema. De modo que …

[Leia mais]
Mostrando entradas 1 para 8