Mostrando entradas 1 para 10
Displaying posts with tag: Linguagens (reset)
Um pouco mais sobre criação de models com Eloquent

E aí, pessoal?! Nos últimos meses eu iniciei um estudo sobre desenvolvimento com Laravel aqui na DialHost. Então, resolvi compartilhar todos os aprendizados por aqui. No artigo anterior, eu falei sobre o Eloquent e a criação de models no Laravel. Como o artigo estava ficando muito amplo, deixei algumas funções que achei realmente diferenciadas para aprofundar neste segundo artigo.

Nesta segunda parte, focarei no Eloquent com as funções findOrFail, firstOrFail,  chunk, cursor,  update, firstOrCreate, firstOrNew, updateOrCreate e softDelete.

findOrFail()

A função findOrFail trabalha com o tratamento de exceções nas …

[Leia mais]
5 Bibliotecas e projetos PHP que você deveria conhecer

A linguagem PHP tem evoluído constantemente e junto com a linguagem as suas bibliotecas. Desde a criação do composer e sua adoção como o gerenciador de dependências oficial, inúmeras novas bibliotecas, frameworks e projetos surgem a cada momento para facilitar, e muito, o trabalho dos desenvolvedores.

Neste artigo vamos conhecer 5 bibliotecas e projetos que são indispensáveis para realizar alguma ação específica usando PHP e algumas outras que você deveria conhecer por serem bastante interessantes ou inusitadas.

Para cada biblioteca ou projeto teremos o link do GitHub específico, além do nome do projeto no Packagist (repositório oficial de bibliotecas do Composer) para que você possa dar apenas um composer require –projeto– e sair utilizando em seu projeto.

Guzzle

GitHub: https://github.com/guzzle/guzzle

[Leia mais]
Peewee – Um ORM Python minimalista

Peewee é um ORM destinado a criar e gerenciar tabelas de banco de dados relacionais através de objetos Python. Segundo a wikipedia, um ORM é:

Mapeamento objeto-relacional (ou ORM, do inglês: Object-relational mapping) é uma técnica de desenvolvimento utilizada para reduzir a impedância da programação orientada aos objetos utilizando bancos de dados relacionais. As tabelas do banco de dados são representadas através de classes e os registros de cada tabela são representados como instâncias das classes correspondentes.

O que o ORM faz é, basicamente, transformar classes Python em tabelas no banco de dados, além de permitir construir querys usando diretamente objetos Python ao invés de SQL.

O Peewee é destinado a projetos de …

[Leia mais]
Como fazer subconsultas: um passo a passo

Apesar da maioria das consultas feitas por quem está começando em SQL ser com SELECT externos, nesse artigo vou apresentar um recurso bastante útil que vai ajudar você a melhorar a legibilidade da sua query assim como, em alguns casos, otimizar o tempo do retorno das suas informações para o usuário. As chamadas subconsultas.

Uma subconsulta nada mais é do que uma instrução SELECT dentro de outro SELECT que retorna algumas colunas específicas que são usadas em algumas funções como INSERT e UPDATE por exemplo.

1. Tipos de subconsultas

Segue abaixo os tipos de subconsultas:

  • Subconsultas de uma única linha: retornam zero ou uma linha para a instrução SQL externa;
  • Subconsultas de várias linhas: retornam uma ou mais linhas para a SQL externa;
  • Subconsultas de várias colunas: retornam mais de uma coluna …
[Leia mais]
Melhore seu sistema sem alterar o código: interceptadores em PHP

Essa é uma das armas mais poderosas de um programador, pois, dá a possibilidade de adicionar funcionalidades no seu sistema sem impactos no código existente. E se você ainda não usa, então, tenho certeza que sua arquitetura pode ir bem mais longe.

Criei algumas classes para conseguir utilizar interceptadores em PHP e vou apresentá-las no decorrer do artigo.
Vou mostrar como utilizei essas classes para poder abrir e fechar a transação com o banco de dados de forma automática. A ideia é que, no contexto de uma requisição, ou todas as operações terminem com sucesso ou então todas sejam abortadas.

Quais métodos serão interceptados

Faremos a interceptação dos nossos métodos de controle (o C do MVC). Para isso, criei uma configuração onde todas as URLs serão jogadas para o arquivo …

[Leia mais]
Melhores de 2014 – PHP + Google App Engine

Há algum tempo, o Google criou o App Engine, plataforma como serviço na nuvem do gigante das buscas, que até então suportava Java, Python e Go. No Google I/O de 2013, foi apresentada uma nova linguagem suportada pelo PaaS da empresa mais buscada de Mountain View: PHP. Essa foi a “feature” mais pedida pela comunidade App Engine e, nesse caso, os pedidos foram atendidos.

O que é cloud computing? O App Engine é melhor que seus concorrentes? Consigo fazer café no App Engine? São perguntas que não serão respondidas neste artigo. Pretendo apresentar um aplicativo simples até seu deploy no GAE (Google App Engine). Em um próximo artigo, iremos mais fundo no SDK PHP.

O primeiro passo é criar um aplicativo no Console de Desenvolvedor do GAE, informando um nome e um ID para o mesmo – para isso, basta ter uma conta Google. O ID, como esperado, deve ser um identificador único para o projeto e o usaremos em …

[Leia mais]
Top 10 piores instruções SQL

Já faz algum tempo que trabalho com banco de dados e programação. Durante a minha carreira, já encontrei muita instrução SQL ruim estranha. Neste artigo, resolvi listar as 10 piores instruções SQL com as quais já me deparei ou ouvi falar.

Antes de começar a apresentar as instruções, é importante dizer que o SQL é uma linguagem de domínio específico e de alto nível. Isso quer dizer que você deve especificar quais dados você deseja obter e não como. Essa característica, aliada com os diversos elementos da sintaxe (cláusulas, opções, operadores ect.), faz com que o SQL seja muito versátil e adequado para a manipulação de dados, independentemente do banco de dados utilizado. Contudo, muitas pessoas acabam abusando da linguagem e cometendo verdadeiras atrocidades …

[Leia mais]
PHP + Google App Engine

Há algum tempo, o Google criou o App Engine, plataforma como serviço na nuvem do gigante das buscas, que até então suportava Java, Python e Go. No Google I/O de 2013, foi apresentada uma nova linguagem suportada pelo PaaS da empresa mais buscada de Mountain View: PHP. Essa foi a “feature” mais pedida pela comunidade App Engine e, nesse caso, os pedidos foram atendidos.

O que é cloud computing? O App Engine é melhor que seus concorrentes? Consigo fazer café no App Engine? São perguntas que não serão respondidas neste artigo. Pretendo apresentar um aplicativo simples até seu deploy no GAE (Google App Engine). Em um próximo artigo, iremos mais fundo no SDK PHP.

O primeiro passo é criar um aplicativo no Console de Desenvolvedor do GAE, informando um nome e um ID para o mesmo – para isso, basta ter uma conta Google. O ID, como esperado, deve ser um identificador único para o projeto e o usaremos em …

[Leia mais]
Instalação do Drupal com drush

Olá, pessoas! Vou explanar um pouco sobre a instalação do Drupal usando drush. Como o drush é uma ferramenta fantástica, vou falar também sobre a instalação dele. Para quem não sabe, “drush” é abreviação de Drupal Shell. Imprescindível para agilizar o desenvolvimento. Assim, a primeira coisa que vamos fazer é instalar o drush.

Instalação do drush no Linux

Para ter a versão mais recente e sempre atualizada junto aos outro pacotes, uso o pear como fonte de arquivos. É preciso ter instalado a extensão php-pear. No terminal:

$ sudo apt-get install php-pear
$ sudo pear channel-discover pear.drush.org
$ sudo pear install drush/drush

Com esses comandos, instalamos a extensão php-pear, adicionamos o canal do repositório e instalamos o drush. Pronto! O drush está pronto para ser usado. Vamos ver a instalação em outros sistemas operacionais.

Instalaçao do drush no Mac OS

[Leia mais]
Devemos usar Clojure?

Esta é a apresentação que eu dei no trabalho para introduzir Clojure.

Clojure, devemos usá-lo?

Objetivos

Tenho três objetivos distintos para esta conversa. Eu gostaria de convencer os programadores aqui a escrever seu próximo trabalho em Clojure. Gostaria de convencer os gestores presentes que seus programadores serão muito mais eficazes escrevendo em Clojure. Gostaria de convencer aqueles que cuidam do código em execução que Clojure será no mínimo tão estável quanto os serviços Java que possuímos no momento.

Vou fazer isso primeiro introduzindo a linguagem Clojure, explicar o que é, e por que eu gosto dela. Vou então te mostrar um pequeno exemplo de um serviço Clojure em execução. É evidente que só vou ser capaz mostrar superficialmente tudo o que Clojure é, então também espero que depois desta conversa você queira descobrir um pouco mais. Vou te dar alguns indicadores para isso.

[Leia mais]
Mostrando entradas 1 para 10